Porque a estante é limitada e a vontade de ler ultrapassa esses limites, há que ceder à tentação de guardar todos os livros e cedê-los a outros. PORTES DE ENVIO grátis para encomendas no valor = ou superior a 7€. LISTA: livros2amao@sapo.pt

mais sobre mim

posts recentes

Luísa Sousa - Um Caminho ...

Fernando Correia - Piso 3...

Catarina Furtado - O Que ...

Filipe d'Avillez - Que Fa...

Maria da Conceição - Uma ...

Simon Schama - A História...

João Rodrigues - Vagabund...

Roberto Olla - Os Padrinh...

Toni Jordan - Tudo Conta

E. S. Tagino - Nem por So...

E. S. Tagino - Mataram o ...

Mark Haddon - Um Pequeno ...

Marc de Smedt - Elogio do...

Fernando Pessoa - O Banqu...

Paul Theroux - Viagem por...

Paul Auster - Inventar a ...

Tiago Salazar - Viagens S...

Gonçalo Cadilhe - Nos Pas...

José Saramago - Ensaio so...

José Saramago - O Homem D...

tags

adolescência(5)

áfrica(4)

alpinismo(2)

amizade(3)

amor(5)

ano novo(3)

aprendizagem(2)

augusto cury(2)

aventura(8)

barcelona(2)

bernard cornwell(2)

blog(4)

brasil(2)

brincos(2)

caminhar(4)

caminho de santiago(2)

campanha(3)

campos de concentração(4)

cancro(2)

cão(2)

ciências sociais(3)

citações(2)

clássicos(7)

conselhos(2)

contos(5)

coragem(3)

cormac mccarthy(2)

criança(2)

crónicas(6)

danielle steel(2)

desafio(3)

desafios(2)

desconto(2)

desejos(4)

desportista(2)

desporto(4)

determinação(2)

diário(2)

dicas(2)

dificuldades(4)

distopia(2)

dor(2)

drama(8)

droga(5)

e.s. tagino(2)

economia(2)

educação(2)

elie wiesel(2)

emoções(2)

equador(2)

esperança(2)

espiritualidade(11)

evereste(3)

excesso de peso(2)

experiência(3)

família(3)

fantasia(12)

ficção(4)

guia(3)

helena marques(4)

hermann hesse(3)

história(3)

humor(8)

índia(3)

infanto-juvenil(3)

isabel allende(3)

jorge bucay(3)

josé rodrigues dos santos(4)

josé saramago(5)

juvenil(5)

lisboa(3)

lista(80)

livro(12)

livro técnico(8)

livros(238)

marion zimmer bradley(3)

miguel sousa tavares(4)

morte(3)

natal(6)

nobel(8)

nora roberts(3)

oriente(3)

paulo coelho(8)

pessoal(4)

psicologia(4)

real(3)

reflexão(4)

relacionamentos(11)

romance(119)

romance histórico(3)

sensibilidade(3)

sucesso(3)

testemunho(9)

toxicodependência(3)

vencer(3)

vender(81)

viagem(3)

viagens(6)

viajar(3)

victoria hislop(3)

todas as tags

arquivos

Novembro 2016

Setembro 2015

Junho 2015

Abril 2015

Julho 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Setembro 2013

Junho 2013

Abril 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Novembro 2012

Outubro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Fevereiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Agosto 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

pesquisar

 

Visitante

Hit Counter
Free Counter

Facebook

Sábado, 4 de Fevereiro de 2012

Thomas More - Utopia


Descrição:
Sir Thomas More nasceu em Londres, em 1478, e aí morreu tragicamente, com 57 anos. Estudou Leis em Oxford e Londres e viria a ser uma das figuras proeminentes do movimento humanista do seu tempo. Carácter forte e de uma integridade a toda a prova. Thomas More tornou-se, no reinado de Henrique VIII, personalidade de primeira grandeza na cena politica do seu país.
Em 1529 sucedeu ao cardeal Wolsey como chanceler do reino. Durante as perturbações que marcaram os começos da Reforma manteve-se católico, embora advogando energicamente o regresso à pureza primitiva da Igreja.
Na questão do divórcio de Henrique VIII achou que, por fidelidade a sua consciência, se devia opor ao rei, que, por isso mesmo, o demitiu, prendeu e fez executar em 1535. Thomas More, cuja vida serviu de argumento ao filme Um Homem Para a Eternidade, foi canonizado em 1935.
É universalmente célebre o seu romance político-social Utopia, uma das obras-primas do Renascimento, que ora publicamos. Na primeira parte deste livro, ainda hoje (e sobretudo hoje?) de profunda e palpitante actualidade, o autor apresenta e critica o quadro sociopolítico da Inglaterra e dos outros Estados europeus de então, verberando o despotismo das monarquias, o servilismo dos cortesãos, a venalidade dos altos funcionários, o luxo e a injustiça dos nobres e dos monges. Na segunda parte, em vez de propor dogmaticamente as reformas que considerava necessárias, Thomas More preferiu imaginar concretizada numa terra longínqua a organização ideal da sociedade, oferecendo-nos, deste modo, uma descrição magnifica do que poderíamos chamar o Estado socialista e democrático perfeito.


Estado de conservação: 3 estrelas

Preço: VENDIDO
publicado por livros2amao às 20:25
link do post | comentar | favorito